Perguntas sobre MARIA – mãe de JESUS CRISTO

QUESTÕES MUITO IMPORTANTES SOBRE MARIA, A MÃE DE JESUS 

Para Catequese e escolas dominicais de apresentamos abaixo as principais questões colocadas sobre Maria, a mãe de Jesus. Algumas pessoas que defendem a adoração à Maria, mãe de Jesus Cristo, dizem: "Vamos provar pela razão, pela Sagrada Escritura e pela Tradição que Nossa Senhora é Mãe de Deus". Quanto à TRADIÇÃO uma discussão racional se torna questão difícil, pois tradições são humanas, não são divinas, mudam com o passar dos anos e o que estava em voga ha dez anos não é mais o que se aplica hoje. Conscientes disso, muitos catequistas de hoje em dia tem se preocupado em ensinar que Maria deve ser admirada, mas nunca deve ser idolatrada como se fez no passado e ainda se faz em algumas instituições ainda retrógradas.

Sobre doutrinas humanas: "Em vão, porém, me honram, Ensinando doutrinas que são mandamentos de homens."  (Marcos 7 : 7)

Há algum tempo católicos aplicavam penas severas, até capitais, em pessoas consideradas hereges, agora não se faz mais isso. Assim também são as leis e fatos sociais, se modificam com o tempo. Quanto às escrituras (bíblicas), estas são inspiradas por Deus e imutáveis. Abaixo apresentamos, frente à bíblia sagrada, as principais questões referentes a Maria de Nazaré, mulher de José e mãe de Jesus Cristo, Redentor de Evangélicos, Católicos, Protestantes, Anglicanos etc.

1 – QUEM FOI MARIA?

Resposta:  Maria foi esposa de José, foi escolhida para ser a mãe de Jesus Cristo, que foi gerado pelo Espírito Santo. Foi abençoada por Deus e cumpriu sua missão, ser mãe da natureza humana de Jesus.

2 – MARIA PODE SER CHAMADA "MÃE DE DEUS"?

    Resposta: Deus sempre existiu (Gênesis 1:1; João 1:1-3 e 14). A Bíblia não nos ensina que foi gerado por uma mulher, em vez disso ela diz que Deus tomou a forma de homem através do nascimento de Jesus. Então, Maria é a mãe da natureza humana, carnal, de Cristo, mas não da sua natureza divina. Esta, assim como Deus, existiu desde a eternidade. A bíblia mostra que no princípio, antes de Maria sequer pensar em existir, Jesus ja existia..João 1.1 – No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. 2 Ele estava no princípio com Deus.

O padre Júlio Maria disse: (…) Note-se que Ela não é a Mãe da divindade, como nossa mãe não é mãe de nossa alma; mas é a Mãe da pessoa de Jesus Cristo, como a nossa mãe é mãe de nossa pessoa.  A pessoa de Nosso Senhor é divina, é a pessoa do Filho de Deus. Logo, por uma lógica irretorquível, Ela é a Mãe de Deus… 

     Ora, essa "lógica irretorquível" de Júlio Maria é tremendamente absurda, nossas mães humanas nunca poderão ser usadas para fazer comparações nessa questão. Simplesmente porque nós NÃO existimos desde a eternidade, passamos a existir (alma, espírito e corpo sendo formado) no momento de nossa concepção. Nós não tivemos qualquer ação ou responsabilidade em nossa própria criação. 

    Jesus, mesmo antes da concepção já existia como Espírito, sempre existiu. Sua unidade com Deus não foi em nada modificada após seu nascimento terreno (Disse: Eu e o Pai somo um). DEUS não entrou no útero de Maria, não se suicidou para nascer de novo parido por uma mulher, muito pelo contrário, permaneceu no santíssimo lugar governando todo o universo.

     Jesus Cristo diversas vezes se retirou para orar, enquanto Deus Pai permanecia no céu, inclusive negando a Jesus seu pedido de não sofrer o peso da ira de Deus contra os pecados da humanidade, o cálice de que Jesus falava era a Ira que seria derramada pelo Pai. 

Dessa forma, podemos perceber que não é nem um pouco coerente chamar Maria de Mãe de Deus. Mais que isso, chega a ser uma heresia chamar criatura de criadora. Isso só serve para endeusar essa criatura, facilitar e induzir ações equivocadas em relação a sua santa memória.

3 – JESUS ATENDE O QUE MARIA PEDE?

Resposta: Por que ela foi a mãe da natureza humana de Jesus algumas pessoas acham que Ele sempre atende tudo que ela lhe pede. Veja a passagem Bíblica abaixo e tire sua própria conclusão:

Chegaram então sua mãe e seus irmãos e, ficando do lado de fora, mandaram chamá-lo. Havia uma multidão sentada em torno dele. Disseram-lhe: “Eis que tua mãe, teus irmãos e tuas irmãs, estão lá fora e te procuram”. Ele perguntou: “Quem é minha mãe e meus irmãos?” E, repassando com o olhar os que estavam sentados ao seu redor, disse: “Eis a minha mãe e os meus irmãos. Quem fizer a vontade de Deus, esse é meu irmão, irmã e mãe”.(Marcos 3:31-35)

4 – MARIA PODE LEVAR-NOS ATÉ JESUS OU DEUS, OU LEVAR NOSSAS PRECES E ORAÇÕES?

Resposta: A bíblia sagrada, regra de fé de católicos e evangélicos, não mostra nenhuma pessoa que foi levada até Jesus por meio de Maria, e nenhum dos apóstolos aconselha esse tipo de coisa. Em vez disso, lemos: "há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, um homem, Cristo Jesus, que se deu em resgate por todos." (1 Timóteo 2:5-6). E, "Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai a não ser por mim." (João 14:6).

5 – MARIA PERMANECEU VÍRGEM?

Resposta: Veja o seguinte versículo e tire sua própria conclusão: Contudo, não a conheceu, enquanto ela não deu à luz um filho, a quem pôs o nome de Jesus (Mateus 1:25). Esta passagem claramente mostra que José não teve relações sexuais com Maria antes do nascimento de Jesus, mas nota-se que exclui o tempo que se segue. Não é justo pensar que José teria sido um pobre coitado provado por Deus e obrigado a acompanhar uma mulher na qual não pudesse tocar sexualmente pelo resto de sua vida. A bíblia recomenda que as mulheres não se neguem aos seus maridos, e Maria não desobedeceria uma ordem expressa de Deus.

6 – MARIA É ONIPRESENTE ou ONISCIENTE?

Resposta: Em nenhum local da bíblia se encontra essa característica para um ser humano. Só Deus é onipresente. Às estátuas de Maria são atribuídos milagres, como se ela pudesse estar em milhares de locais do mundo ao mesmo tempo, ouvindo as declarações dos fieis e realizando seus desejos, isso vai contra o que diz à bíblia sagrada.

7 – DEVEMOS LOUVAR MARIA?

Resposta: QUANDO CERTA MULHER QUIS PRESTAR LOUVOR À SUA MÃE TERRENA, JESUS A REPREENDE, VEJA SÓ O QUE RESPONDEU: Enquanto ele assim falava, certa mulher levantou a voz do meio da multidão, e disse-lhe: “Felizes as entranhas que te trouxeram e os seios que te amamentaram!” Ele, porém, respondeu: “Felizes, antes, os que ouvem a palavra de Deus e a observam” (Lucas 11:27-28.

 CONCLUSÃO

É obvio que não desejamos desqualificar Maria em relação às suas reais virtudes. É inegável que foi uma mulher de Deus, mas não é superpoderosa e foi dependente também da misericórdia de Deus, podemos notar que chamou Deus de Salvador, pois dependia de perdão de pecados e purificação.

 Ha um único mediador entre Deus e os homens, e nisso a bíblia católica e evangélica concordam. Nem o Papa, Pastor ou outro homem ou mulher, vivos ou mortos, são capazes de nos trazer a paz prometida por Jesus. Uma paz que excede todo o entendimento, e que só pode ser encontrada por aqueles que crerem e confessarem diante dos homens que Jesus Cristo é seu Senhor e Salvador. Dependemos unicamente de Jesus Cristo para nossa salvação.

"A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo."(Romanos 10 : 9)

"E digo-vos que todo aquele que me confessar diante dos homens também o Filho do homem o confessará diante dos anjos de Deus." (Lucas 12 : 8)

 Verão de 2010.

 ============== –Sua vida depende disso… ——————————————–

A humanidade e todo o universo foram criados por uma entidade com inteligência, isso é inquestionável. Teorias como evolucionismo, big-bang etc., tentam, mas nunca conseguiram comprovar nada que realmente pusesse em dúvida a existência de Deus. Todos os homens tem dentro de si algo como um chip que atesta a existência da divindade, não sabemos por quê, mas cremos no sobrenatural.  

Deus se revelou à humanidade por meio das escrituras sagradas, a bíblia conhecida. O homem havia se desviado do caminho prescrito para ele, mas Deus resolveu, por iniciativa própria, resgatá-lo antes que fosse perdido totalmente. Fomos criados como seres eternos, temos espírito, e esse espírito somente poderá habitar eternamente com Deus por meio da intervenção de Jesus Cristo, o próprio Deus que encarnou e se sacrificou para que o homem fosse resgatado. Tome a decisão correta. É uma decisão, não vai aparecer um anjo para você e dizer que Jesus Salva, ou cair um relâmpago – seria uma imposição – você é que tem que crer no sacrifício de Jesus e resolver se candidatar a salvação eterna.

Compreenda que TODOS os homens nascem pecadores após a queda de Adão e Eva. Romanos 3:23, diz "Pois todos pecaram e carecem da glória de Deus." Essa mensagem que todos os homens são pecadores é amplamente repetida nas Escrituras, tanto no Velho quanto no Novo Testamento. Isso significa que você é um pecador diante dos olhos de um Deus que é santo e que precisa, segundo sua própria essência e lei, repelir todo o pecado.

Deus cumpriu sua própria lei em seu filho, mandando que fosse para a cruz em nosso lugar, já que somente com sangue se apaga pecados. Tome para si esse sangue e aceite o sacrifício para que sua alma eterna perdure eternamente com Deus num local maravilhoso.

 BIBLIOGRAFIA
"Padre Julio MAria, A Mulher Bendita", Ed. "O Lutador", 1949, Manhumirim, MG"
Bíblia sagrada.
Site: http://www.lepanto.com.br

ENVIE SEU COMENTÁRIO, RECLAMAÇÃO OU SUGESTÃO

 Questionário sobre Maria, idolatria, mariolatria, catequese sobre Maria, evangélicos, fundamentalistas, mãe de jesus, santíssima, imaculada

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

72 + = 77